quarta-feira, fevereiro 2

MAIS UMA NOITE

MAIS UMA NOITE
QUANDO O SOL SE VAI
E A LUA APARECE
APAREÇO EU NO MEIO DA ESCURIDÃO
COM O MEU COPO DE VINHO NA MÃO
VINHO QUE DESCE E ME ACALMA
DE MAIS UM DIA CARREGADO
CARREGADO DE VIDA MUNDANA
A MINHA
UM DIA E UMA NOITE SEM QUE NINGUÉM ENTENDA
SOMENTE EU
POIS CADA UM DE NÓS SABE DE SI PRÓPRIO
O QUE SENTE O QUE NECESSITA O QUE APRENDE
E ASSIM COMIGO É TAMBÉM
HOJE É MAIS UM DIA QUE ME SINTO SÓ
PRECISAVA DE ALGUÉM A MEU LADO
QUE ME CONSEGUI-SE AMAR SEM PORQUÊS SEM PERGUNTAS
SOMENTE AMAR
PRECISAVA DE ALGUÉM QUE ME DISSE-SE PALAVRAS CRISTALINAS
PARA QUE TODO O MEU SER VIBRA-SE E SE DESLUMBRA-SE DE VAIDADE E PAIXÃO
MAS,POR AQUI NÃO TEM NINGUÉM ASSIM
QUE TENHA A CORAGEM DE ME AMAR DE ASSIM SENTIR A ARTE DO AMOR
TALVEZ PORQUE EM MIM NÃO VEJAM QUALQUER MAGIA DE AMANTE
TALVEZ PORQUE EM MIM NÃO VEJAM QUALQUER TIPO DE ARTE
E ASSIM SERÁ MAIS UMA NOITE

COMO TANTAS OUTRAS......

cristina pena in freuda

Sem comentários:

 

ESTE BLOG FOI OPTIMIZADO PARA VISUALIZAÇÃO EM 1024X768 Pixels em Google -Chrome,ver. 24.0.1312.57 m ©COPYRIGHT© de Júlio Vaz de Carvalho. ©COISAS 2004-2015, é um WEBBOLG da responsabilidade do seu autor, o seu conteúdo pode ser reproduzido, sempre que referidas as fontes e autores. Todos os textos, notícias, etc., que sejam da responsabilidade de terceiros (pessoais ou institucionais,serão devidamente identificados, sempre que possí­vel, bem como serão referidos os locais a partir dos quais poderão ser consultados no contexto original.Todos os trabalhos publicados por colaboradores do blog,podem ser copiados e divulgados, sempre que seja indicada a sua origem, não carecendo de autorização dos mesmos, caso aqueles assim o manifestem. COISAS, é um Blog quase APOLíTICO e não se rege por ideias pré-concebidas unicamente apoiando causas de reconhecido interesse para a Humanidade, sempre que elas sejam isentas e objecto de reconhecimento universal que vão desde a luta contra os cocós dos Lu-Lus a minar os passeios à legítima pretenção de ver restaurada a Monarquia em Portugal.

Who Links Here