segunda-feira, fevereiro 28

QUER SE GOSTE OU NÃO, UMA COISA TEMOS DE RECONHECER: INSPIRA PAZ E CONFIANÇA ESTA IMAGEM.


Surpresa do Sumo Pontífice aos fiéis, que aplaudiram a sua aparição
João Paulo II surge à janela da clínica apesar das recomendações médicas
27.02.2005 - 11h21 PUBLICO.PT


O Papa João Paulo II, internado desde quinta-feira na clínica Gemelli, em Roma, onde foi sujeito a uma traqueotomia, acabou por aparecer de surpresa à janela do hospital, acenando aos fiéis e fazendo o sinal da cruz, apesar das recomendações médicas em contrário. Foi uma surpresa que o Sumo Pontífice fez aos fiéis reunidos em torno da clínica, que aplaudiram a aparição de João Paulo II.

O Vaticano tinha anunciado ontem que o Papa não iria ler hoje a sua mensagem de Angelus, uma vez que o Sumo Pontífice está temporariamente mudo, devido à intervenção cirúrgica, nem iria assomar à janela do hospital, como fez em ocasiões anteriores, a fim de evitar qualquer risco de infecção, concretamente dos pulmões, depois da intervenção que o ajudou a respirar. Esta ausência foi referida como a primeira nos 26 anos de Pontificado de João Paulo II.

Porém, a surpresa chegou poucos minutos depois das 12h00 locais (11h00 de Lisboa), quando o Papa surgiu à janela da clínica, acenando aos fiéis e fazendo o sinal da cruz.

Porém, o texto da mensagem do Santo Padre foi lido por Monsenhor Sandri, que conduziu a oração a Maria e deu, em nome do Santo Padre, a bênção apostólica aos fiéis na Praça de São Pedro.

Por todo o mundo católico sucedem-se as orações pelas melhoras do chefe da Igreja. De igual forma, a ansiedade também grassa entre os fiéis, que receiam pela débil saúde do Sumo Pontífice. Por seu lado, a comunidade judaica de Varsóvia também rezou pela saúde de João Paulo II, de 84 anos de idade.
Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

sexta-feira, fevereiro 25

BACORADAS OU BUSHARADAS?!?!?

E este "animal" ainda pensa que é o Paladino da Paz e do saber do Mundo... se ele fosse o reflexo do conhecimento do povo norte-americano, seria a prova provada que os tipos são mesmo uns "burros"; uma coisa é certa, que eles o reconduziram, isso é verdade! Mentes adormecidas ou mentes limitadas?!?!?...

"Eu gostaria de ter estudado latim. Assim eu poderia
comunicar melhor com o povo da América Latina."
(Se soubesse tinha estudado árabe para falar com o pessoal da serra da arrábida)
George W. Bush, Jr.


"A grande maioria de nossas importações vem de fora do país."
(Dahhhh..)
George W. Bush, Jr.


"Se não tivermos sucesso, corremos o risco de fracassarmos."
(quando fracassamos não ha risco nenhum de termos sucesso)
George W. Bush, Jr.


"O Holocausto foi um período obsceno na História da nossa
nação. Quero dizer, na História deste século. Mas todos vivemos
neste século. Eu não vivi nesse século."
(Ai...!!!)
George W. Bush, Jr., 15/09/95


"Uma palavra resume provávelmente a responsabilidade de
qualquer governante. E essa palavra é 'estar preparado'."
(uma,duas três, q importa?)
George W. Bush, Jr., 06/12/93


"Eu tenho feito bons julgamentos no passado. Eu tenho feito
bons julgamentos no futuro."
(Só não sabe julgar o presente)
George W. Bush, Jr.


"Eu não sou parte do problema. Eu sou Republicano."
(Com toda a razão: o problema é ele!)
George W. Bush, Jr.


"O futuro será melhor amanhã." (!!!!)
(ontem já não dá!!)
George W. Bush, Jr.


"Nós vamos ter o povo americano mais educado do mundo".
(sem palavras.....)
George W. Bush, Jr., 11/09/97


"Eu mantenho todas as declarações erradas que fiz."
(Mais burro é impossível!!!!)
George W. Bush, Jr.


"Nós temos um firme compromisso com a NATO. Nós fazemos
parte da NATO. Nós temos um firme compromisso com a Europa. Nós
fazemos parte da Europa."
(Nos fazemos parte da Mongólia. Nós somos mongos.)
George W. Bush, Jr.


"Um número baixo de votantes é uma indicação de que menos
pessoas estão a votar."
(Realmente brilhante)
George W. Bush, Jr.


"Nós estamos preparados para qualquer imprevisto que possa
ocorrer ou não."
(amén!)
George W. Bush, Jr., 22/09/97

Não tarda nada invadem o país para me levarem para Guantanamo... ao menos sei que o "post" passou os filtros daquela agência Americana que passa a pente-fino tudo o que se passa no ciberespaço... ehehe COISAS.

BOM FIM DE SEMANA

terça-feira, fevereiro 22

AINDA SOBRE TOLERÂNCIA:

MiChael JacKsoN

MicHael JacKson é meRda!
Música dimeRda!
Dança dimeRda!
Pedófilo dimeRda!

Ainda bem que ele é branco!

Tasssse bEmm!!!


Parabéns SOS Racismo... assim vão lá, concerteza. E depois querem dar-nos lições de tolerância!!

O TEXTO ACIMA REPRODUZIDO DOI RETIRADO DO BLOG DENOMINADO BLOGUETO - GANG DO GUETO RULA NO CADERNO DE BLOG QUE PODERÃO VISITAR EM: http://www.sosracismo.pt/ http://blogueto.blogspot.com/ - O responsável do Blog não tem qualquer responsabilidade na transcrição (nem no pseudo-português)

RACISMOS À PARTE...

RACISMO???...

Estou preocupado, deveras muito preocupado.
Na sequência dos tristes acontecimentos da passada semana, envolvendo o brutal homicídio do Agente Principal da PSP da Amadora, Irineu Diniz, muito se escreveu, com maior ou menor conhecimento de causa, e acima de tudo assistiu-se ao já habitual extremar de posições quanto aos procedimentos a tomar em relação às minorias étnicas que vivem (e trabalham) no nosso país. É "natural" o extremar de posições perante o que sucedeu, mas, é de espantar que esta bola de neve, que se arrasta há muito tempo, sempre cheia de promessas e mais promessas no tocante à resolução clara e definitiva do problema dos emigrantes em Portugal, seja aproveitada pelas facções mais extremistas do espectro político nacional, sendo capa legitimadora das suas reivindicações e acções, sejam elas pacíficas ou violentas. Se é compreensível a revolta das minorias (e em especial dos seus defensores) após actos de discriminação racial, étnica, etc., acabam por ser as subsequentes tomadas de posição tão ridículas e condenáveis como o são as posições antónimas, tomadas pelos que, perante actos atentatórios às Leis e ao Estado de Direito, apelam a medidas que quase roçam os contornos de uma "Solução Final" á boa maneira Nazi. Pena que, para certas franjas da sociedade nacional, só a acção de um agente policial contra um cidadão estrangeiro, quantas vezes enquadrada no quadro legal vigente, receba de imediato o epíteto de acção racista e xenófoba, já que não vejo histerias nem a plicação de rótulos - nem mesmo uma manifestação sólida de protesto - conta a acção dos seus "protegidos". Lamentável no mínimo.

Que fazer então? Muito sinceramente, creio que a solução, embora seja alvo de críticas de pseudo-defensores das liberdades, direitos e garantias, será a simples aplicação de Leis eficazes, claras e livres de subterfúgios que permitam a fuga à sua acção (os vulgarmente chamados buracos da lei) que, no meu modesto pensar, pouco têm de inocente. De uma vez por todas, deverá ser o problema encarado como uma prioridade nacional a bem do bem-estar social e das várias comunidades que formam o nosso país e deixar de haver este diálogo de surdos, nos quais os mais variados interesses semeiam ódios e modos de actuação que não levam a outro lado que não seja o extremar de posições.
Assistimos cada vez mais ao Ostracismo Social de uns e toda a panóplia de problemas sub-sequentes, enquanto no lado oposto, se acicatam os ânimos, como uma brasa entre a caruma da sociedade, tocada pelos ventos de ideologias totalitárias e de rancores para com a diversidade do pensamento humano, que mais tarde ou mais cedo se transformará num incêndio de ódios e violências gratuitas (às quais, não fosse isso demonstrado pela psicologia comportamental das multidões, no seu íntimo, ninguém, no seu prefeito juízo quererá). Há razões, conceitos e anseios legítimos de ambos os lados, mas, infelizmente, cada vez mais, a cobardia e inépcia de uma classe política que se barrica em ideologias "bacôcas", hipócritas e dignas de países terceiro mundistas, permite que este marasmo, este caldo de violência latente no nosso país, vá crescendo, deixando de forma inconsciente que se atinjam proporções que obrigarão à tomada de medidas extremas num futuro não muito longínquo. Só a falta de memória e visão política, sob todos os pontos de vista analisáveis, nos empurra para que, a acontecerem casos graves d e violentos da ordem pública em Portugal, sejamos alvo da censura da maioria, chacota de alguns e acusados de falta de previsão de situações após observado o que já se passou noutros locais do mundo. Já somos bastante criticados por muitos dos nossos parceiros europeus, não só pela forma como lidamos com o problema, mas tabém de como actualmente permitimos que a situação se arraste sem que haja definições na política de emigração e da resolução dos seus problemas.

Não vou referir aqui os inúmeros problemas com os quais se deparam autoridades administrativas, policiais e mesmo os próprios emigrantes, que legitimamente tentam melhorar a sua vida, já que são sobejamente conhecidos.

Enquanto lia algumas das notícias relativas à morte do Agente Irineu, encontrei um comentário a uma dessas notícias, proferido por um cidadão, que é o espelho da forma simplista de tratar este problema e que francamente me dá que pensar. Passo a transcrever esse comentário, relativo à visão que esse cidadão tem em relação ao sucedido e da comparação de situações perfeitamente opostas:

"Meus caros amigos racistas, se bem me lembro, no ano de 2003 um dito traficante (Celé) de raça negra foi morto pela polícia com 52 tiros, fez-se de conta que não se passou nada, porque, além de ser preto, era traficante, mas não se esqueçam que também era um ser humano. Meus senhores, cada um para a sua terra, sim senhor, mas os portugueses que estão fora são mais do que todos os imigrantes em Portugal..."

Ass. Nélson

Ora, os comentários valem o que valem, mas entre todos os que li (alguns de elavada carga xenófoba), este representa o sentimento de impunidade que actualmente se vive neste marasmo pantanoso em que se tornou Portugal, além de ser ele um comentário de contornos desumanizadamente xenófobo e intolerante. Ninguém sabe de nada e ninguém quer saber de nada. Borrifemo-nos para as Lei; é este o pensamento que hoje em dia vive inconscientemente na memória do povo, que só se manifesta após ser espicaçado por episódios mediaticamente esplorados, mas de igualmente se deixa embalar em cantos de sereia, trazidos por discursos inflamados, carregados de soluções e boas intenções. (Quem vem de fora, acreditem, interioriza o comportamento do cidadão nado e criado no país e legitima as suas acções, inconscientemente, pensando, que se eles que são de cá não cumprem, eu muito menos.)
Pena que, perante a banalização da violência, este anti-racista, antes de fazer o seu comentário, não tenha sido lesto a informar-se acerca do que na realidade se passa em países nos quais realmente se gere a força de trabalho externa. Veria ele que os emigrantes nacionais e/ou seus filhos, (mesmo os nascidos nos países de acolhimento), além de não serem habitualmente conhecidos por não socializar ou por não cumprir as regras dos países que lhes abrem as portas, quando confrontados com a lei, pela prática crimes, são expulsos desses países e, não são poucas as vezes o mesmo sucede por prática de actividades que não sendo consideradas crimes, são vistas como incorrectas e contra os costumes e leis dessa sociedade. O que aqui acontece é que, aqui são toleradas de uma forma anti-cívica a que o Nacional-Porreirismo Lusitano nos habituou e do qual toda uma corja de dirigente inconscientes deste país tirou partido, abusando do conceito de tolerância, transformando-o em laxismo e permissividade... Este cidadão, ou por falta de informação prévia e/ou por omissão propositada, independentemente de se discordar ou não da forma como esses acontecimentos sucederam, não referiu que, o indivíduo em causa, além de ter Mandato de Captura Internacional pela morte de um Agente da Polícia Holandesa, tinha um longo passado de crime e violência, quer fossem brancos ou negros. Aliás, na velha máxima que diz "o seguro morreu de velho", acabando por determinar a acção cautelosa da Polícia. O comportamento desse indivíduo perante quem lhe fizesse frente era de uma violência por demais comprovada. Assim, por muito que choque alguns, congratulo-me que possa hoje não lamentar a perda de vida de Agentes ou terceiros em consequência de uma menor tomada de cuidados numa acção de reposição de uma Ordem Legal não acatada e da qual o indivíduo era consciente. A própria população do Bairro da Cova da Moura, há muito vergada à vassalagem que prestava ao "REI" do Bairro resava no seu íntimo para que de uma forma ou outra alguém pusesse fim a tudo isto. Quem lhe fez frente (ou mesmo não alinhou nas suas actividades), foi pura e simplesmente eliminado.

As minorias, tendem na verdade a ridicularizar-se e a auto-vitimizar-se, caindo elas próprias nos seus erros e votando-se ao auto-ostracismo social, que mais não são que Ghettos.

Atente-se às tomadas de posição entre os Estados Europeus, que no tocante às suas políticas de trabalho e acolhimento de cidadãos comunitários, aplicam a pena de expulsão do estado por comportamentos anti-sociais ou que violem continuadamente a lei desse mesmo Estado. Cito, a título de exemplo, dois casos relativamente recentes:

Um Camionista Português, inadvertidamente ou não, transportava consigo uma arma de defesa, devidamente legalizada, tendo tentado passar com ela para Inglaterra, (país muito rigoroso quanto ao uso de armas de defesa), julgando talvez, que estando num estado comunitário e sendo ele cidadão dessa mesma UE, não seria objecto de especiais atenções. Assim não aconteceu e de imediato foi detido, aguardou julgamento detido e foi condenado a uma pena que, se a memória não me atraiçoa, ultrapassou os 4 meses de cadeia efectiva, além da pena pecuniária e perda da arma.

Não vou discutir as leis de um estado soberano, por isso escuso-me a mais comentários; unicamente deixo o meu lamento que as autoridades portuguesas não se tivessem insurgido pelo facto de um cidadão comunitário, seu nacional, ter sido mantido tanto tempo sem ser julgado, bem como de não ter cumprido a pena em Portugal,...

Agora, em jeito de remate, vejamos a posição do Estado Português em relação aos energúmenos "Holligans" que após serem detidos no Algarve por grave alteração da ordem pública e restantes actos delituosos, no recente Euro 2004, foram enviados para Inglaterra onde foram libertados, não porque o estado Britânico assim o desejasse, mas porque as burocracias, laxismo e acima de tudo, a falta de profissionalismo de todo o sistema português ter permitido que tal acontecesse... por um "lamentável" e grosseiro erro processual (pelo qual qualquer docente reprovaria um finalista de Direito)

Para finalizar, deixo esta à vossa reflexão: Acham eficaz o controlo de cidadãos ilegais, surpreendidos muitas vezes em actividades ilegais, criminosas, etc, sem moradas conhecidas? É eficaz esse controlo, quando a esse mesmo cidadão, depois de abordado, interceptado pelas autoridades, é simplesmente enviado em liberdade com uma notificação, para que se apresente voluntariamente se apresente num posto do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras? Os que aparecem, não são muitos, mereceriam mais atenção das autoridades; os restantes, uma esmagadora maioria, além de se rirem quando recebem o papel, dão-se ao luxo de ignorar essa notificação, além de lhe ser concedido o "previlégio" de repetir vezes sem conta esta falta. Decidam vocês...

... coisas...

Jó Carvalho


segunda-feira, fevereiro 21

SANTANA - O SEM ABRIGO


O mais recente sem abrigo de Portugal.


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

O DESCALABRO À DIREITA


O DESCALABRO À DIREITA

Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

PALAVRA DE SÓCRATES


PROMESSAS...
Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

DEPOIS DOS JOB'S FOR DE BOYS, SERÁ QUE TEREMOS OS JOB'S FOR THE GAYS???


Obrigado Agostinho pela Dica... ainda não tinha pensado nisso...

Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

A FELICIDADE DE TER UMA CASA...


A FELICIDADE DE TER UMA CASA...


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

domingo, fevereiro 20

PENSAMENTO DO DIA DE UM ABSTENCIONISTA

"Que COISA, Porra!!... Mudaram as moscas... Vou ter de comprar um novo insecticida!!
Grand'a MERDA"

"Apoiante da 2ª maior força política do país, esclarecido pela incapacidade política vigente no país (e mais que farto da merda; ao menos mudem o esterco, para variar..."

Mais que nunca, este Blog é apolítico, abstencionista, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)
PS.(não confundir com a nova maioria): E repito: VÃO-SE CATAR TODOS SEUS MERDAS (POLÍTICOS)

Pensamento do Dia Socialista

"Vá lá Rapaziada... calma há Jobs for all the Boys..."

"Boy-Socialista, há dois anos e tal em lista de espera de um Job"

Pensamento do Dia de Centro-Direita




"Ai, ai, lá se vão os meus Submarinos!!!..."

"Sobrinho neto do Sacadura Cabral"

Pensamento do Dia do PC/PEV/CDU

"Ganhámos... não sei o quê, mas ganhamos!! (que mais não seja não ganhou a direita)"


"Kamarada K-7 Jerónimo"

Pensamento do Dia do BE

"Ufa!!! Ainda bem que não seremos governo!"


"Francisco Louçã"

Pensamento do Dia de direita...





"Antes uma maioria absoluta do PS, que uma coligação com o BE."

"Militante anti-esquedista primário"

Pensamento do Votante "Catavento" : O PS Ganhou...




... que fixe!!!! Vai aparecer dinheiro para toda a malta!!!
(Estes são os cordeiros que ainda acreditam em promessas... não é de admirar que ainda se acredite em milagres e santos...)
Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

COISAS

Durão Barroso, ele mesmo!
Os principais motivos que levam Durão Barroso, aliás, José
Barroso, a presidente da Comissão Europeia para defender
os nobres interesses de Portugal:

Salário base mensal ...................... ..22.200 euros
Subsídio mensal de habitação ................ 444 euros
Despesas de representação ..................1.418 euros
Abono mensal para a esposa ...................149 euros
Abono de família por cada filho ............. 260 euros
Ajudas à escolaridade dos filhos ........... .443 euros
Subsídio de instalação na nova casa ....... 3.330 euros
Mudanças, viagens e seguros ................. Tudo pago
Viatura de função com motorista ............. Idem
Cozinheiro pessoal e empregados de copa ......Idem

Mais nada!!! Ganha mais o rapaz em despesas de representação que eu de ordenado.

GRANDE DEMOCRATA ME SAIU ESTE BOCHECHAS



CNE contra declarações de Soares


A Comissão Nacional de Eleições (CNE) solicitou, este domingo, a suspensão da emissão das declarações de Mário Soares à saída da assembleia de voto, depois do ex-Presidente da República ter feito uma a referência a uma maioria absoluta do PS.

De acordo com Nuno Godinho de Matos, porta-voz da CNE, Mário Soares fala em “maioria absoluta do PS” nas declarações prestadas aos jornalistas, após exercer o seu direito de voto e a menos de 500 metros da mesa eleitoral.

As declarações de Mário Soares levaram a CNE a receber diversos telefonemas de protesto, solicitando por isso a suspensão das mesmas.

A lei obriga a que não se fale nas forças políticas e orientação de voto numa proximidade de 500 metros das urnas.

O CNE recebeu também inúmeros telefonemas de eleitores que encontraram nos locais de voto cartazes e fotos do ainda primeiro-ministro Pedro Santana Lopes.

O INDECISO... em dia de Legislativas...

É A INDECISÃO
dos indecisos que
ainda não se decidiram


que vai decidir
aquilo que
ainda está por decidir.
ou então talvez não.

ah, como gosto de falar claro!

ANIMAL

Viva Benquerença na WEB (Beira Baixa na Berra)

"Na Beira Interior, encontra-se a primeira aldeia wireless de Portugal. O projecto chama-se Ciberzonne e conjuga Wi-Fi e satélites.

Benquerença é uma aldeia típica beirã, com um amontoado de casas de xisto e ceifeiras de xailes pretos que passeiam em redor da igreja matriz. Só nas imediações da junta freguesia é possível verificar que o tempo não parou, nesta aldeia do concelho de Penamacor.

Junto ao telhado da edilidade, encontram-se duas antenas: uma parabólica e outra que parece um receptor rádio de automóvel gigante. A primeira estabelece comunicações com os satélites EutelSat e a segunda fornece Net de banda larga a 70% da aldeia, em wireless. Ambas tornaram Benquerença na primeira aldeia wireless de Portugal e ambas foram instaladas pelo Ciberzonne, ISP que está a apostar na distribuição de banda larga em locais remotos, onde não há cabo ou ADSL.

«Pretendemos expandir esta rede, através de círculos ou anéis, mas podemos ir para locais mais longínquos, no caso de haver, pelo menos, 15 a 20 utilizadores interessados numa determinada localidade. Com esta procura, já se torna viável fornecer banda larga numa aldeia», explica João Figueira, administrador da Realto, empresa que juntamente com a Novas Tecnologias e a Open Source Systems gere o ISP Ciberzonne. (...)"

sábado, fevereiro 19

NOITE


Noite...
não durmo,
não sei porquê!

Penso...
sim, penso,
a minha mente,
turbilhão de pensamentos,
procura coordenar
a mensagem que cada um trás,
não me deixa parar!

Aqui estou...
sim, aqui estou,
procurando saber,
tentando responder
às perguntas por fazer.

Procuro...
sim, procuro,
não sei o quê!
talvez o porquê dos porquês,
aquilo que não sei!

Porventura, procuro soluções,
ou, tão simplesmente,
aquilo que sou.
Navego num oceano de incertezas
à espera de encontrar outrem,
que nele navegue como eu,
que se encontre perdido dentro de si,
tal como eu me encontro.

Imagino...
sim, imagino!
imagino e sonho,
fabrico desejos e imagens,
realizações fantasmas,
imagens egoístas, de mim,
só para mim,
objectos telúricos, que povoam a minha mente,
deixando cada vez mais este mundo material
e fazendo parte do meu tesouro,
tesouro do meu imaginário,
perlavado de sentimentos insanos.

Escuto...
sim, escuto este silêncio,
duro e envolvente,
enredando-me na sua zunideira,
fazendo-me parecer único,
convidando-me à introspecção
e a fazer sair de dentro de mim
o que dentro de mim tenho.

Sinto...
sim, sinto que sou,
sinto como sou,
mas não me compreendo.
Sinto que há tanto para mudar,
tanto para fazer,
tanto para Amar!
Oh! meu Deus!
tão ignóbil pode ser este ser,
que gasta a vida,
esbanja o seu esforço
nos mais fúteis artifícios,
na procura do inútil,
engendrando conceitos pejados de mentiras,
alimentando dúvidas e ódios,
suscitando desavenças,
com o único objectivo de alcançar o prazer?

Espero...
sim, espero!
Espero ver perdoar,
sentir espontaneidade

ao ouvir desculpar,
sabendo que há calor,
que há verdade
em quem perdoa
e humildade no que toma o perdão.

Que bom!...
sim, que bom saber,
que mesmo no meio da solidão,
mesmo com todos os meus defeitos,
tenho ainda Amigos,
mesmo com defeitos,
não sendo perfeitos
os quais são, muito sinceramente,
verdadeiros Irmãos.

Pensei...
assim pensei,
não sei porquê,
sonhando acordado
durante essa noite,
depois...
depois, dormi!...

Jó Carvalho

Lisboa 1989

 

SÁBADO




BOM FIM DE SEMANA PARA TODOS... E VIVAS AO MOMENTO DE REFLEXÃO PRÉ-ELEITORAL...

...SEMPRE DÁ PARA DESANUVIAR.


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

SANTANICES e SANTANETES... (a história do menino que queria colinhos)




Santana!!...Santana!!!...

Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

sexta-feira, fevereiro 18

ATÉ SEMPRE CAMARADA



Porque nunca chegaste ao fim daquilo a que te propuseste, sacrificaste-te por tantos que nunca compreenderão o orgulho de ter dentro de si o dom de SERVIR e a abnegação de olhar pelo bem-estar de quem nos rodeia, ficarás dentro de nós, por maiores que sejam as trevas do vil esquecimento de quem protegeste.

Em homenagem ao Agente Principal Irineu, hoje o COISAS não voltará a postar.

quinta-feira, fevereiro 17

Agente da PSP morto na Cova da Moura

O bairro da Cova da Moura, na Amadora, foi isolado esta manhã pela PSP na sequência da morte, esta última madrugada, de um agente cujo carro patrulha foi atingido por vários disparos, que feriram também um segundo agente.



De acordo com informação avançada por uma fonte da PSP, foram controladas as entradas e saídas do bairro, onde não foi permitida a entrada de qualquer carro.

Segundo esta mesma fonte, o veículo da Polícia efectuava uma patrulha de rotina na rua principal daquele bairro problemático quando foi atingido pelos disparos por volta das 05h00.

Na sequência dos disparos, o agente ferido conduziu o veículo até ao Hospital Amadora-Sintra, onde o seu colega acabou por morrer. O agente ferido já recebeu alta.

Na altura do incidente, o carro patrulha era ocupado apenas por dois agentes, não tendo sido identificados os autores dos disparos efectuados com uma arma automática de 9 mm e alguns zagalotes.

O Sindicato dos Profissionais de Polícia já responsabilizou o governo pela morte de mais este agente, alegando que continuam a faltar meios à PSP para cumprir adequadamente as suas missões.

O Sindicato acusou a classe política de até ao momento ainda não ter apresentado qualquer proposta para melhorar as condições de segurança dos polícias.

Um pouco por todo o País, há polícias que querem entregar as armas em protesto pelo assassínio do colega e pela falta de meios para garantirem a sua segurança e a dos cidadãos.

Em memória do polícia morto esta madrugada, que fazia parte do efectivo e cerca de 40 agentes da esquadra da PSP de Alfragide, foi feito um minuto de silêncio às 12h00 nas esquadras de todo o País.

in: correiodamanha, ed. on-line

quarta-feira, fevereiro 16

COISAS da NOVA APOSENTAÇÃO...

APOSENTAÇÃO

Novas Regras - Limite de idade (70 anos)

Adequação dos Organismos ao limite de idade para aposentação:

Tendo em vista a nova idade mínima para aposentação, sugerimos que sejam tomadas algumas providências para sobrevivência de toda e qualquer
empresa:

1. Transformação das escadas existentes em rampas com corrimão não escorregadio;

2. Colocação de suporte para apoio nas casas de banho após a ampliação para possíveis cadeiras de rodas;

3. Substituição de todo o sistema de telefones, por aparelhos mais modernos que possibilitem que a perda de audição provocada pela idade avançada, seja compensada com o aumento de volume amplificado;

4. Aumento de tamanho de todas as fontes de impressão dos documentos emitidos a partir desta data, possibilitando a leitura em futuro próximo;

5. Compra de lentes de aumento para distribuição aos funcionários;

6. Aumento de tamanho dos monitores de computador para 27 polegadas;

7. Implementação dos seguintes tipos de falta não descontada:

Ø Esquecimento do local de trabalho;
Ø Esquecimento de como se faz o trabalho;
Ø Falta de ar;
Ø Incontinência urinária;
Ø Dor nas costas;
Ø Comparência em funeral de colegas que estavam prestes a
aposentar-se.

8. Implementação de porta bengalas em todas as mesas de trabalho;

9. Despertador individual para casos de sono diurno;

10. Aumento das letras de todos os computadores;

11. Instalação de uma UTI Geriátrica de última geração;

12. Aumento do "time-out" para o encerramento das portas dos elevadores, tendo em vista a agilidade de locomoção dos funcionários ainda existentes;

13. Aquisição de armários para fraldas e remédios para uso dos funcionários;

14. Proibição de qualquer actividade ou vestuário dos funcionários mais novos que possa provocar ataque cardíaco ou desregulamento do marca-passo do colega, próximo da idade mínima em questão;

15. Criação de exercícios físicos voltados para a terceira e quarta idade;

16. Revisão da avaliação de desempenho do funcionário, incluindo o item "Lembrança da Senha", sendo que o funcionário, prestes a aposentar-se nos termos da lei, que ainda se lembre da sua senha, tenha a nota máxima neste item;

17. Alteração nas instruções de pedido de aposentação;

18 Incluir Atestado de Óbito.

terça-feira, fevereiro 15


A LUA ANDA AÍ... ela é que sabe.
Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

Salários - Durão Barroso ganha mais do que José María Aznar

De: MSNnickname:troca10 (Mensagem original) Enviado: 13/2/2005
Salários
Durão Barroso ganha mais do que José María Aznar

Joana Andrade e Vítor Matos

É voz corrente que os políticos ganham pouco em Portugal, sobretudo quando se pensa nos salários que poderiam receber no sector privado. Será verdade? Muitos contrapõem com os baixos salários dos portugueses, outros comparam os vencimentos dos políticos com as elevadas remunerações dos executivos nacionais ou com as dos gestores de empresas públicas. O Diário Económico comparou os ordenados da classe dirigente com os “vizinhos” espanhóis e com os líderes de vários países europeus e Estados Unidos da América. E todos ganham mal em relação aos privados.

O primeiro-ministro, Durão Barroso, recebe um salário bruto de 7,2 mil euros, um valor 6% superior ao do seu hómologo espanhol, José María Aznar. A comparação não seria tão “curiosa”, não fosse dar-se o caso de o salário mínimo português (356,60 euros) ser 20,7% inferior ao espanhol (451,20 euros). No caso das estimativas existentes para o salário médio dos dois países, os trabalhadores portugueses (598,56 euros) ficam ainda mais longe, auferindo menos 57,25% do que os espanhóis.

Dentro dos dois governos, Portugal também leva a melhor nos ministros e secretários de Estado. Será caso para dizer que os políticos lusos são bem pagos? Os ministros portugueses recebem mais 4,5% do que os seus colegas espanhóis. No caso dos secretários de Estado, em Espanha ganham menos 2,2%.

Muito importantes para estes cálculos entre governantes são as despesas de representação, já incluídas nos valores que o DE apresenta. Na maior parte dos casos, os titulares de altos cargos públicos têm direito a “extras” que são verdadeiros salários. Durão Barroso recebe mensalmente 2.069,38 euros para representação do Estado. Os seus ministros recebem 1.793,46 euros e os secretários de Estado 1.448,57 euros. No caso espanhol, «o valor indicado [6.805,12] inclui todas os extras e despesas de representação atribuídas ao presidente do Governo», frisou, em declarações ao DE, o assessor de imprensa do porta-voz do Governo espanhol. O mesmo se passa com os ministros e secretários de Estado castelhanos.

Os vencimentos e “extras” dos titulares de altos cargos políticos portugueses não tiveram qualquer actualização este ano, assim como os salários da Função Pública acima dos mil euros, recordou ao DE o porta-voz do Ministério das Finanças. Recorde-se que, em 1990, foi suspensa a actualização automática dos vencimentos dos titulares de altos cargos.

«Não é lógico que um primeiro-ministro ganhe menos do que um gestor público», defende Luís Reis, ‘managing partner’ do Hay Group, consultora de recursos humanos e remunerações, sustentando que «um gestor pode ganhar três, cinco ou dez vezes mais do que o primeiro-ministro. A maior parte dos directores [nas empresas privadas], abaixo das administrações, ganha mais do que isso. Um director de vendas recebe, em média, 10 a 12 mil euros mensais». «Num contexto de mercado, o primeiro-ministro devia ganhar cinco a dez vezes mais», defende.

Mudando de órgão de soberania, também no Parlamento há disparidades entre os dois países. O presidente do Congresso espanhol é uma das figuras do Estado mais bem pagas, recebendo 12.500 euros brutos por mês, de acordo com dados do jornal Expansión, um valor 46% superior ao do presidente da Assembleia da República. Mota Amaral, a segunda figura do Estado, recebe 6.733,76 euros. Já no caso dos deputados, em Portugal o regime salarial é mais favorável em 13,57%. Se optarem pela exclusividade, recebem mais 10% em despesas de representação, ascendendo a 3.785,8 euros. Se os políticos portugueses são mal pagos, os espanhóis têm muito para lamentar...


PORTUGUESES, OS POLÍTICOS PORTUGUESES, GANHAM MAL... MUITO MAL, COITADITOS.

Transcrito da ComunidadeMSN POLÍCIAS&SEGURANÇA

segunda-feira, fevereiro 14

EÇA - Visionário ou uma frase adequada ao momento?




Há algum tempo que não lia uma frase tão condicente e actual!!!


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

domingo, fevereiro 13

A FERA AMANSADA - A saga do frente a frente da SIC


Outro título em estreia. Pelo ponto de vista dos Santanistas este é o filme que conta a história do debate na SIC, entre Santana Lopes e José Sócrates.

Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

JÁ EM EXIBIÇÃO... num comício próximo de si...




Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

sexta-feira, fevereiro 11

Portugal ou a Federação Ibérica



Portugal ou a Federação Ibérica
Documentos para História.

A desagregação do Estado espanhol tem vindo a ser defendida dos dois lados da fronteira que muitos afanosamente procuram eliminar de vez.

De um e do outro lado, surgem adeptos da destruição do actual Estado espanhol, para o que alguns - aliás, lucidamente - entendem ser útil o derrube da Monarquia.

Volta a sonhar-se com a velha construção da Federação Ibérica, que finalmente integre e submeta Portugal.

A Federação Ibérica tanto interessa a Paris e Berlim, como aos nacionalismos de Espanha. A Paris e Berlim interessa porque confina a Espanha ao espaço peninsular e europeu. Aos Catalães e Bascos porque permite afirmarem-se mais perante a força centrípeta de Madrid. Ao nacionalismo espanhol, porque agrega Portugal e espera controlar desde Madrid as forças centrífugas excessivas. E se um dia o Estado federal europeu acabar (o que não é impossível), fica pelo menos feita a união política da Península.

Hoje parece ser o imperialismo europeu quem acicata uma vez mais o imperialismo ibérico, mas outros há que pretendem ver ainda mais longe: depois do superestado europeu, virá um dia o superestado mundial, o grande Leviatão.

Para os nossos filhos ou os filhos dos nossos filhos, será talvez tarde demais. A herança será pesada.
Eis alguns documentos para a História:

- Carlos Monjardino e Maria do Carmo de Dalmau, "Rumores que vêm de Espanha", Expresso, 17 de Janeiro de 2004.
- Mário Soares, “A nova Espanha”, Expresso, 24 de Abril de 2004.
- Jordi Joan Baños in La Vanguardia, 21/01/2005.
- Helena Matos, "A Natureza do Mal", Público, 29 de Janeiro de 2005.

in blog jacaranda (veja aqui o texto na sua origem)

FIM DE SEMANAAAA!!!!!!!!!

AMANHÃ É SÁBADO!!!!!!!

quarta-feira, fevereiro 9

UM SENHOR CHARRO !!!


Alguém que me explique... À luz da nova legislação sobre a posse e consumo de estupefacientes, será que a este rapazinho seria aplicada coima ou iria de "cana"? É que se ele disser que é para seu consumo!!! Vai lá vai... g'anda charuto!!


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

UM AMIGO (ÀS VEZES NEM TANTO... depende da Lua, acho eu)


SE HÁ BICHANO QUE É UM CLONE VIVO DO GARFIELD ELE AÍ ESTÁ!!!...


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

ELEIÇÕES À IRAQUIANA


IRAQUE, 30 DE JANEIRO DE 2005

"O Voto é a arma do Povo. Não votes, senão ficas desarmado!"
(Frase anarquista de 1975 - espalhada pelos muros de Lisboa)

Os iraquianos, avisados, resolveram o problema. Foram votar em massa... mas levaram as armas.

Para o que desse e viesse!

in:imagens do dia - www.rtp.pt

Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

Morreu Jimmy Smith

MÚSICA DE LUTO

2005-02-09 - 22:00:00



Morreu Jimmy Smith

O organista Jimmy Smith, pioneiro de uma profunda alteração no som do jazz ao popularizar o tom eléctrico do seu órgão Hammond B-3, morreu esta quarta-feira, na sua residência em Scottsdale, Arizona, EUA. Tinha 79 anos de idade.

A morte deste ícone do jazz foi anunciada pela sua editora discográfica, a Concord, segundo a qual Jimmy Smith morreu de causas naturais.

Nascido em Norristown, Pennsylvania, a 8 de Dezembro de 1925, Smith inaugurou uma nova era no jazz com o seu órgão Hammod B-3, no final dos anos 50 e princípio dos 60, revestindo também os blues, o R & B, o bebop e até o gospel com uma nova roupagem que acabou por ser rotulada de "soul jazz", um discurso musical que fundou e que teve imitadores e seguidores.

"Quem quer que seja que toque órgão é um descendente directo de Jimmy Smith", afirmou, ainda o ano passado, o organista de jazz Joey DeFrancesco. De acordo com o mesmo músico, Jimmy Smith foi um pioneiro musical que já fazia nos anos 1956 e 1957 experiências semelhantes àquelas com que John Coltrane revolucionou o jazz na década de 60.

A síntese pode ser encontrada nas palavras escritas por Gene Seymour em "Oxford Companion to Jazz". E citamos: "Apesar de não ter sido o primeiro a levar o órgão eléctrico para o jazz, Jimmy Smith deu ao instrumento o poder expressivo que Coleman Hawkins e Charlie Parker deram aos seus respectivos saxofones".

A música está de luto...

fonte: correiodamanha, ed. on-line

terça-feira, fevereiro 8

O SONHO DO "CHICO LOIÇAS"




Há coisas que são de difícil explicação, mas este Bloco de Esquerda ainda não conseguiu fazer passar para fora (por mim falo) o que quer na realidade fazer na vida política e social deste Portugal a saque. Hoje o "tempo de antena" vai para ti, Kamarada "Chico", porque simplesmente acho, que querendo tu demarcar-te dos "cromos" e demais personagens do espectro político português, ainda não reparaste que és mais um deles. Demonstraste isso logo que te envolveste nas campanhas anti-tudo que grassam por esta terra (e mundo fora), só porque és do contra. Aliás, sempre foste do contra, nisso és como o Kamarada Cunhal, o que até te dá uma certa imagem de coerência. Mas olha Kamarada, nem sempre ser coerente significa estarmos certos nas nossas ideias; lembras-te do Stalin? Ele também foi sempre muito coerente.

O teu erro, a meu ver, é não conseguires deixar de ser aquilo que tanto apontas aos outros, como por exemplo o uso da arrogância e a tolerância dos modos e das palavras (escusavas de ter dito aquilo dos filhos ao Portas, não te fica bem). Como vês, és igualzinho a eles, até no teu ar snob e de sábio das causas perdidas, como mártir da moral, como se todos os outros fossem uns pobres e desgraçados analfabetos, nescientes da realidade que envolve este povo. Oh Chico, deixa-te de merdas. Ainda não viste que já ninguém vai em radicalismos vermelhuscos. Não me digas que ainda andas com essas tretas dos grandes pensadores (e trituradores vermelhos) que tanto deram de desgraça a tantos povos? Acreditas ainda no poder do Povo, na palavra do Proletariado à moda da Revolução Bolchevique? Abre os olhos rapaz que ao pé de qualquer dirigente político deste país, nem tu nem nenhum dos existentes terão hipóteses no dia em que surja o verdadeiro líder do mais esclarecido eleitorado nacional, os ABSTENCIONISTAS. Não os acuses de não terem legitimidade para zurzir em ti e nos teus "compinchas" (perderás a tolerância) já que ninguém é obrigado a "comer" esta treta em que se transformou Portugal.

Já agora, dr. Louçã, não te esqueças de tentar explicar uma coisas: Porquê essa tua (vossa) mania que sabem tanto, que sabem tudo, parecendo os senhores da razão e da verdade suprema? Será que não é uma falta de respeito para com a inteligência do Povo, não encontrar nada de bom nos outros? Porra dr., até eu que não vou à bola com nenhum, sei reconhecer o que cada um deles faz bem ou mal, se o seu comportamento foi coerente ou descabido, agora, chegar ao ponto de não conseguir admitir algo de positivo nos outros, parece-me ser um enorme defeito e tu Chico, tens esse defeito; achas-te o senhor da razão. Lembras-te? É um dos princípios que norteiam as ditaduras, tentar incutir as nossas ideias da forma como tu o fazes. Não conseguir largar a cartilha maternal, é um erro que os de extrema direita não gostam de ouvir falar; agora, não achas que já é tempo de largares a cartilha extremista da cortina de ferro? É que se chegas ao poder neste país, não estou para levar com a ditadura do proletariado (viste no que aquilo deu??) É assim... é esse o teu SONHO. Mas olha, para mim não há lugar nele, escusas de tentar...

Vai-te catar Chico.


Este Blog é apolítico, pobrezito, já está pago, isento de IVA... ( sujeito a alterações consoante a disposição do autor)

HAJA FOLIA (E "GUITO")... VIVA O CARNAVAL




Carnaval 2005 - Brasil


O mais caro de sempre


Uma euforia nacional que contagia todo o mundo. É assim o Carnaval do Rio de Janeiro. Muitas mulheres bonitas, pouca roupa e samba para animar os cerca de 60 mil felizardos que conseguem lugar no Sambódromo e os muitos milhões que assistem pela televisão. Este ano não foi excepção.

in: correiodamanhã, ed. on-line

sábado, fevereiro 5

AS MOSCAS DE SHIPHOL (OU AS MIRAS DO MIJO)

INVASÃO DE MOSCAS NA HOLANDA??

Não, não se trata de uma invasão desses irritantes insectos. Acontece que, o fornecedor de loiças sanitárias dos WC do aeroporto da cidade holandesa, decidiu colocar uma mosca estampada em cada mictório. Porquê? Bem, é simples; segundo o fabricante, tal foi propositadamente feito de forma a, imagine-se, melhorar a mira dos homens que utilizam aqueles vasos sanitários. Ao que parece, os homens, ao aperceberem-se do desenho da mosca, de imediato e de forma inata, procuram desde logo atingir o insecto. Assim, a curiosa aplicação serve de mira ao acto da micção, o que, segundo um estudo realizado, reduz em cerca de 80% dos respingos externos, além de darem algo em que pensar a quem se alivia. Curioso e eficaz.

Uma foto da novidade.



ESTE BLOG É APOLÍTICO, POBREZITO, JÁ ESTÁ PAGO E É ISENTO DE IMPOSTOS...(e sujeito a revisões, consoante a minha preguiça natural permita) - Jó Carvalho

AS MOSCAS DE SHIPHOL 2 - La Mouche


...O MISTÉRIO DO AEROPORTO DE SHIPHOL...

Assim, segundo parece, quando se acaba o acto, o pessoal, em vez de suspirar deve dizer para com os seus botões: Mesmo na "mouche", ehehe...

Agora, imaginem meus Amigos, que isto chega ao nosso país!!! Já estou a ver o pessoal a organizar torneios nos WC's cá do burgo. E não pensem que se ficará por aqui esta imaginativa gente Lusitana. Não, porque lá ao pé, não é difícil. Vão logo aparecer os campeões de micção à mosca de média e longa distância.

Uma só preocupação! Se o pessoal interioriza demais o objectivo da mosca, com a quantidade de insectos que "habitam" os urinóis públicos, imaginem que alguém decide acertar em todas as que se encontrem em movimento???

Espero não estar lá!!!

MOSCAASSSS!!!!....

ESTE BLOG É APOLÍTICO, POBREZITO, JÁ ESTÁ PAGO E É ISENTO DE IMPOSTOS...(e sujeito a revisões, consoante a minha preguiça natural permita) - Jó Carvalho

quarta-feira, fevereiro 2

COISAS PARA MEDITAR...

Crying 2

Ando cá a pensar numa coisa...

Para quê tanta histeria para com a seca e o estio doentio que se apregoa para aí, se só vamos ter de esperar pelas lágrimas de tristeza e desespero da noite de 20 de Fevereiro???

Pois é!!! Já imaginaram se o Santana Perde (que será o mais provável), as "Santanetes", debulham-se em lágrimas...

Se o Portas perde (mais que certo), a tropa chorará de alegria...

Se o Louçã ganha alguma coisa (não confundir com o COISAS), choram os radicais de esquerda que se demarcaram do radicalismo de esquerda, por terem perdido a oportunidade de estar entre o Chico e o Paulinho (pode ser perigoso estar entre os dois, dependendo do ponto de vista)...

Já com a vitória de Sócrates, se verá se também haverá choradeira, que a juntar a todas as anteriores (caso a chuva venha da esquerda), será um dilúvio maior que aquele que apoquentou o Noé.

Já me esquecia. O Ti Jerónimo, para não variar, nada vai ter de chorar, já que lidera aquele partido, que mesmo nunca ganhando nada, ganha sempre alguma coisa.

Venha a chuva que isto "tá" sêco.

ESTE BLOG É POBREZITO, APOLÍTICO, ISENTO DE IVA E JÁ ESTÁ PAGO...(e sujeito a revisões, consoante a minha preguiça natural permita) - Jó Carvalho

MAIS UMA NOITE

MAIS UMA NOITE
QUANDO O SOL SE VAI
E A LUA APARECE
APAREÇO EU NO MEIO DA ESCURIDÃO
COM O MEU COPO DE VINHO NA MÃO
VINHO QUE DESCE E ME ACALMA
DE MAIS UM DIA CARREGADO
CARREGADO DE VIDA MUNDANA
A MINHA
UM DIA E UMA NOITE SEM QUE NINGUÉM ENTENDA
SOMENTE EU
POIS CADA UM DE NÓS SABE DE SI PRÓPRIO
O QUE SENTE O QUE NECESSITA O QUE APRENDE
E ASSIM COMIGO É TAMBÉM
HOJE É MAIS UM DIA QUE ME SINTO SÓ
PRECISAVA DE ALGUÉM A MEU LADO
QUE ME CONSEGUI-SE AMAR SEM PORQUÊS SEM PERGUNTAS
SOMENTE AMAR
PRECISAVA DE ALGUÉM QUE ME DISSE-SE PALAVRAS CRISTALINAS
PARA QUE TODO O MEU SER VIBRA-SE E SE DESLUMBRA-SE DE VAIDADE E PAIXÃO
MAS,POR AQUI NÃO TEM NINGUÉM ASSIM
QUE TENHA A CORAGEM DE ME AMAR DE ASSIM SENTIR A ARTE DO AMOR
TALVEZ PORQUE EM MIM NÃO VEJAM QUALQUER MAGIA DE AMANTE
TALVEZ PORQUE EM MIM NÃO VEJAM QUALQUER TIPO DE ARTE
E ASSIM SERÁ MAIS UMA NOITE

COMO TANTAS OUTRAS......

cristina pena in freuda

terça-feira, fevereiro 1

ALERTA DA PROTECÇÃO CIVIL




A Protecção Civil lançou, esta manhã, mais um alerta relacionado com a vaga de frio que vem assolando Portugal.

Em declarações à Agência Lusa, o Director da Protecção Civil, alertou para os riscos inerentes à mesma.

Disse ainda que já foram sentidas graves repercussões na fauna e flora do nosso país, avançando mesmo com um exemplo:

A colónia nacional de lagartos e dragões, apesar de continuar verde / azul e pequenina, ficou muito menos inchada.

A NATUREZA DO MAL


A Natureza do Mal
Por HELENA MATOS
Sábado, 29 de Janeiro de 2005

1. É verdadeiramente assombrosa a capacidade que temos de nos distrair do essencial e perdermo-nos com o acessório. O nosso ainda primeiro-ministro, furioso com os resultados das sondagens, propõe-se processar as empresas que as efectuam. Do mais que provável futuro primeiro-ministro, José Sócrates, cada vez se sabe menos o que pensa. E, contudo, ela move-se. Ou seja a política.

No passado fim-de-semana, esteve em Lisboa Josep Carod-Rovira, o líder da Esquerda Republicana da Catalunha (ERC). O senhor Rovira veio a Portugal falar-nos da Ibéria. Nem mais nem menos. Como o mesmo Rovira declarou ao semanário "Expresso", também na passada semana: "Devemos passar de uma concepção unipolar do Estado para uma outra multipolar, que passe por Lisboa, Barcelona, Bilbau, certamente por Sevilha, e juntos poderemos acabar de alguma forma esta península que nunca foi concluída."

E assim de uma assentada, Lisboa, capital de um Estado independente, foi colocada, pelo senhor Rovira, ao nível das capitais das regiões e comunidades espanholas. É de uma inconsciência assombrosa a bonomia com que em Portugal se escutam este tipo de afirmações. Duvido, aliás, que sejam escutadas. O "Jornal de Notícias", no artigo que dedicou à conferência de Rovira, em Lisboa, fez um título que deve ter ido buscar aos tempos em que o generalíssimo Franco era vivo - "Rovira diz que chegou a hora da Catalunha livre". Quem oprime a Catalunha nesta ano da graça de 2005? Não só a Catalunha é livre como o que de facto Rovira disse é que chegou a hora de Portugal se tornar uma região da Ibéria.

E note-se que o senhor Rovira não estava a discursar num encontro obscuro ou na sede dum movimento extremista. O senhor Rovira veio a Portugal a convite da Fundação Mário Soares, que, como se sabe, foi Presidente da República deste país que Rovira trata como uma região da Ibéria. Nada disto mereceu destaque na nossa campanha eleitoral. O que pensam, por exemplo, os nossos candidatos a chefes de governo do anúncio feito por Rovira, na Fundação Mário Soares, de que vai propor a Zapatero que a Catalunha participe nas próximas cimeiras luso-espanholas? Sócrates vai dar o estatuto de chefe de Estado aos governantes da Catalunha? E do País Basco? E da Galiza? E vai fazê-lo enquanto a Espanha discute este assunto?

Sobre Santana Lopes não vale a pena perguntar o que fará: não só não vai ser primeiro-ministro como, quando da cimeira luso-espanhola em que representou Portugal, aceitou ser colocado ao nível dos presidentes das comunidades autónomas da Espanha. A presente situação espanhola diz-nos respeito: porque os líderes independentistas procuram obter em Portugal o reconhecimento tácito do seu estatuto de chefes de Estado. Porque uma Península com três ou quatro Estados independentes é política e economicamente diferente para Portugal. Porque o processo de desgaste das instituições democráticas fomentado pelos independentistas em Espanha é exemplar dos logros em que as democracias caem.

Começou por se fazer equivaler antifascista a democrático, o que está longe de ser verdade. Movimentos como a ETA são profundamente reaccionários, mas o facto de os seus membros terem combatido Franco serviu-lhes de capa de legitimidade para continuarem a matar em plena democracia. À extorsão que praticam chama-se imposto revolucionário. Simultaneamente, pactuou-se com o culto dos mortos em que os nacionalismos e os terrorismos são férteis. O corpo de cada vítima dos nacionalistas, nos anos 70, 80 e 90 do século XX, valia sempre menos que os independentistas mortos pela Falange ou pelas tropas de Isabel, a Católica. Durante anos, olhou-se para o fenómeno da violência de rua e perseguições a não nacionalistas com a mesma tolerância com que os burgueses enfrentam os desmandos dos filhos: aquilo passa-lhes. Não passou. Em Espanha, agora, na urgência do inevitável, arranjam-se argumentos que visem impedir os bascos de organizar um referendo sobre o seu futuro estatuto. Em Portugal, nós já escutámos Rovira dizer-nos qual é o nosso futuro estatuto. Esperemos que não seja demasiado tarde quando tivermos percebido o que ele, de facto, disse. Não sobre a Espanha. Mas sobre Portugal.

2. Outro caso de desatenção óbvia é aquele que envolve Francisco Louçã. As suas declarações no debate com Paulo Portas sobre o aborto causaram consternação entre aqueles que acham que o Bloco é progressista e luta pela liberdade. Este convencimento é um fenómeno da natureza da fé. Todas as vezes que abre a boca, Louçã esforça-se por provar que não só não é democrático como permanece fiel aos seus ideais totalitários. Fê-lo com particular eloquência na entrevista que deu a Miguel Esteves Cardoso e que foi publicada na última edição da "Sábado". Está lá a cartilha toda da esquerda "reciclada": Lenine traído por Estaline. Os bolcheviques paladinos da liberdade contra "um regime czarista e de escravatura generalizada". Louçã não só não sabe quem foi o almirante Reis - é ele quem o diz no início da entrevista! - como não lê nada há muito tempo.

Toda a documentação revelada sobre o universo concentracionário instituído por Lenine, o apoio que a Alemanha lhe deu para que derrubasse o czar e negociasse a paz, o gulag... tudo isso Louçã reduz à "experiência trágica" de regimes "que se chamaram a si próprios comunistas". Esta separação entre o ideal e a prática é uma benesse de que o comunismo tem beneficiado. Se em vez de Lenine e do comunismo, Louçã estivesse a falar de Hitler ou do fascismo, admitir-se-ia que usasse o termo "desvio" quando se referisse aos campos de concentração?

Louçã continua sem admitir que o comunismo é um totalitarismo. Um totalitarismo que se propôs extinguir pessoas pela sua pertença social e pelo seu pensamento, tal como Hitler se propôs extinguir as raças impuras. Tirem-se ao Bloco as causas mediáticas, as conversas sobre as despenalizações, o apoio às causas politicamente correctas e encontra-se Lenine.

in:Público ed. on-line

ESTE BLOG É POBREZITO, MAS JÁ ESTÁ PAGO...(e sujeito a revisões, consoante a minha preguiça natural permita) - Jó Carvalho

 

ESTE BLOG FOI OPTIMIZADO PARA VISUALIZAÇÃO EM 1024X768 Pixels em Google -Chrome,ver. 24.0.1312.57 m ©COPYRIGHT© de Júlio Vaz de Carvalho. ©COISAS 2004-2015, é um WEBBOLG da responsabilidade do seu autor, o seu conteúdo pode ser reproduzido, sempre que referidas as fontes e autores. Todos os textos, notícias, etc., que sejam da responsabilidade de terceiros (pessoais ou institucionais,serão devidamente identificados, sempre que possí­vel, bem como serão referidos os locais a partir dos quais poderão ser consultados no contexto original.Todos os trabalhos publicados por colaboradores do blog,podem ser copiados e divulgados, sempre que seja indicada a sua origem, não carecendo de autorização dos mesmos, caso aqueles assim o manifestem. COISAS, é um Blog quase APOLíTICO e não se rege por ideias pré-concebidas unicamente apoiando causas de reconhecido interesse para a Humanidade, sempre que elas sejam isentas e objecto de reconhecimento universal que vão desde a luta contra os cocós dos Lu-Lus a minar os passeios à legítima pretenção de ver restaurada a Monarquia em Portugal.

Who Links Here