terça-feira, março 1

Voz








VOZ


Em cada voz que sentes no vazio

um apelo mudo que se perde

na imensidão de vozes que, como a tua,

se perdem na vastidão do Mundo,

no complexo viver de um Pensamento,

na vida rebuscada noutro imo,

fugindo a este tempo que se perde,

reduzindo, a quanto tempo desconheces

e vives cada dia como se fosse o último.



Dás e recebes, vives e recebes vida,

Amas e és Amor para alguém,

Sentes e derramas sentir

numa voz que não se sente no vazio,

antes nele vagueia a cada momento

anulando-o a cada instante

que é trespassado por essa Voz.



J.Júlio V.C.S.Cruz(Jó Carvalho)
Torres Novas - 1994




Sem comentários:

 

ESTE BLOG FOI OPTIMIZADO PARA VISUALIZAÇÃO EM 1024X768 Pixels em Google -Chrome,ver. 24.0.1312.57 m ©COPYRIGHT© de Júlio Vaz de Carvalho. ©COISAS 2004-2015, é um WEBBOLG da responsabilidade do seu autor, o seu conteúdo pode ser reproduzido, sempre que referidas as fontes e autores. Todos os textos, notícias, etc., que sejam da responsabilidade de terceiros (pessoais ou institucionais,serão devidamente identificados, sempre que possí­vel, bem como serão referidos os locais a partir dos quais poderão ser consultados no contexto original.Todos os trabalhos publicados por colaboradores do blog,podem ser copiados e divulgados, sempre que seja indicada a sua origem, não carecendo de autorização dos mesmos, caso aqueles assim o manifestem. COISAS, é um Blog quase APOLíTICO e não se rege por ideias pré-concebidas unicamente apoiando causas de reconhecido interesse para a Humanidade, sempre que elas sejam isentas e objecto de reconhecimento universal que vão desde a luta contra os cocós dos Lu-Lus a minar os passeios à legítima pretenção de ver restaurada a Monarquia em Portugal.

Who Links Here