quarta-feira, dezembro 8

Três dias a defecar haxixe

Caros Amigos leitores. Hoje, logo pela manhã, fui confrontado com esta notícia. Foi publicada na edição on-line do Correio da Manhã e é no mínimo hilariante. É mesmo caso para dizer que, até para se ser polícia é preciso ter sorte. Imagino as náuseas, ehehehe...

Aliás, perante isto deixo a pergunta: Será por isto que um dos vários nomes dados ao Haxixe, além dos tradicionais, " Maconha ", " Haxe ", etc., é precisamente MERDA? Afinal o Rui veloso tinha razão; já o "Freak da Cantareira", o imortalizado Chico Fininho, seguia o seu caminho com a MERDA na Algibeira.

PS.: Não se admirem de ouvir comentários do género: "Já não chegava a treta do tabaco com pesticidas; agora até o charro vem impregnado de merda!!!!" ou " Antes o cheiro dos pesticidas a apanhar uma pedrada de Merda!!!...."

BOM FERIADO.

"Tráfico: dupla vendia haxixe e canábis em Sintra

O cheiro nauseabundo do saco de bolotas de haxixe apanhado numa viatura levantou suspeitas. A GNR não teve dúvidas em ordenar exames médicos aos homens de 29 e 39 anos. Eram suspeitos de tráfico de droga em Sintra.
Natalia Ferraz

Quinze bolotas apreendidas terão sido introduzidas no ânus
Passados três dias no hospital, a tese confirmou-se. Ambos tinham engolido mais de três mil doses de haxixe, que acabaram por expelir juntamente com as fezes.

A investigação durava há dois meses. O homem de 39 anos, residente em Almornos, era suspeito de traficar haxixe naquela zona. Já o de 29 anos servia como um elo de ligação aos compradores, explicou fonte policial ao Correio da Manhã.

No passado dia 30 as autoridades deixaram os dois suspeitos viajarem até ao Algarve. Mas na viagem de regresso a Sintra interceptaram-nos na estação de serviço de Almodôvar. Para a operação, o Núcleo de Investigação Criminal da Droga (NICD) da GNR de Sintra contou com a colaboração da Brigada de Trânsito, do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Faro e da GNR de Pêro Pinheiro.

No Renault Clio em que os suspeitos seguiam foi encontrado um saco com 15 bolotas de haxixe. Mas o cheiro emanado levantou suspeitas. E as autoridades levaram os detidos para o Hospital Amadora-Sintra.

Os exames, a que foram submetidos, detectaram substâncias estranhas nos estômagos dos indivíduos, explicou a mesma fonte.

Os suspeitos ficaram internados três dias no hospital até expelirem os objectos estranhos. O indivíduo de 39 anos acabou por defecar 816 doses de haxixe. O de 29 anos expeliu 2262.

Os homens do NIC da GNR de Sintra e de Mafra ainda fizeram uma busca na residência do indivíduo mais velho. Aqui, as autoridades depararam-se com uma verdadeira estufa onde cresciam 27 pés de canábis. A droga foi apreendida e somada a mais de meio quilo de sementes, pólen, haxixe e cabeças da canábis.

Já as bolotas de haxixe apreendidas inicialmente na estação de serviço, teriam sido introduzidas no ânus, como supositórios, para despistar as autoridades.

Na sexta-feira, o homem de 39 anos, responsável pela plantação, foi presente ao Tribunal de Sintra. Agora aguarda julgamento em prisão preventiva. Já o outro detido tem de apresentar-se quatro vezes por semana no posto da GNR local, caso contrário ser-lhe-á aplicada a mesma medida de coacção.

Sónia Simões in: correiodamanhã edição on-line"


Posted by Hello

Sem comentários:

 

ESTE BLOG FOI OPTIMIZADO PARA VISUALIZAÇÃO EM 1024X768 Pixels em Google -Chrome,ver. 24.0.1312.57 m ©COPYRIGHT© de Júlio Vaz de Carvalho. ©COISAS 2004-2015, é um WEBBOLG da responsabilidade do seu autor, o seu conteúdo pode ser reproduzido, sempre que referidas as fontes e autores. Todos os textos, notícias, etc., que sejam da responsabilidade de terceiros (pessoais ou institucionais,serão devidamente identificados, sempre que possí­vel, bem como serão referidos os locais a partir dos quais poderão ser consultados no contexto original.Todos os trabalhos publicados por colaboradores do blog,podem ser copiados e divulgados, sempre que seja indicada a sua origem, não carecendo de autorização dos mesmos, caso aqueles assim o manifestem. COISAS, é um Blog quase APOLíTICO e não se rege por ideias pré-concebidas unicamente apoiando causas de reconhecido interesse para a Humanidade, sempre que elas sejam isentas e objecto de reconhecimento universal que vão desde a luta contra os cocós dos Lu-Lus a minar os passeios à legítima pretenção de ver restaurada a Monarquia em Portugal.

Who Links Here