segunda-feira, dezembro 10

Assim ilustro as tuas palavras (A ti, que te Amo)


"Hoje, ao dia sexto das nossas vidas juntas, ouvir-te dizer Amor é um imenso arrepio de felicidade infinita.
Hoje, ao sexto dia do resto das nossas vidas, dizer-te Amo-te é pouco na imensidão deste mar de amar em que me movo em direcção a ti, a nós.
Hoje, exactamente hoje, quero que sejas feliz.
Hoje, hoje mesmo, quero ser feliz. Hoje, agora, já, eu quero sentir-te e respirar-te e ser todos os dias...contigo."
Vanda Caetano

2 comentários:

Anónimo disse...

Feliz Natal. Octávio Lima (Ondas3)

Elaine disse...

Não sei porque, mas espero sinceramente um dia aparecer alguem que me faça um mimo destes :)
Fico imensamente feliz pelos dois e que isto se repita eternamente :)
Bonito gesto, amigo. LIndo, porque é recíproco.

 

ESTE BLOG FOI OPTIMIZADO PARA VISUALIZAÇÃO EM 1024X768 Pixels em Google -Chrome,ver. 24.0.1312.57 m ©COPYRIGHT© de Júlio Vaz de Carvalho. ©COISAS 2004-2015, é um WEBBOLG da responsabilidade do seu autor, o seu conteúdo pode ser reproduzido, sempre que referidas as fontes e autores. Todos os textos, notícias, etc., que sejam da responsabilidade de terceiros (pessoais ou institucionais,serão devidamente identificados, sempre que possí­vel, bem como serão referidos os locais a partir dos quais poderão ser consultados no contexto original.Todos os trabalhos publicados por colaboradores do blog,podem ser copiados e divulgados, sempre que seja indicada a sua origem, não carecendo de autorização dos mesmos, caso aqueles assim o manifestem. COISAS, é um Blog quase APOLíTICO e não se rege por ideias pré-concebidas unicamente apoiando causas de reconhecido interesse para a Humanidade, sempre que elas sejam isentas e objecto de reconhecimento universal que vão desde a luta contra os cocós dos Lu-Lus a minar os passeios à legítima pretenção de ver restaurada a Monarquia em Portugal.

Who Links Here